22/04/20

Como manter a comunicação com o seu cliente durante a quarentena

A pandemia causada pelo coronavírus é um desafio para o mundo em diversos aspectos, especialmente, claro, na saúde e na qualidade de vida da população. Cientistas correm contra o tempo em busca da vacina e da medicação que possam combater a doença com eficácia.

Mas enquanto isso não acontece, prosseguimos em quarentena, como forma de prevenção, e em busca de soluções para dar continuidade às nossas rotinas pessoais e profissionais.

Para médicos, gestores de clínicas e empreendedores da área da saúde, que têm como premissa o atendimento ao cliente de forma presencial e personalizada, essa busca tem sido um desafio ainda maior. Apesar de alguns médicos continuarem atendendo in loco, em especialidades que demandam exame clínico e urgência, por exemplo, a recomendação geral no momento é manter o distanciamento social e evitar o contato físico no consultório.

O lado positivo de tudo isso é que a tecnologia está a nosso favor na manutenção da qualidade desse atendimento e no desenvolvimento de uma nova comunicação com os clientes. Como primeira dica, sugiro que você crie uma estratégia para essa comunicação, demonstrando à sua clientela que ela pode contar com você nesse momento de tensão.

Depois, comece a entrar em contato por meio das redes sociais e dos chats on-line, que facilitam as conversas e podem fidelizar seus clientes, através de posts, informações rápidas e até mesmo vídeos explicativos.

Além disso, “a boa e velha” ligação, por telefone mesmo, pode fazer toda a diferença nesse momento. Vale a pena ligar pro cliente, mostrar que em sua clínica ele sempre estará acolhido, que pode esclarecer as dúvidas sobre saúde ou outro procedimento de seu interesse e que também poderá deixar agendado o atendimento presencial para uma data futura. 

Assim, esse cliente vai perceber que não está sozinho e que você continua preocupado não somente com sua clínica, mas também com a experiência positiva dele em seu consultório.

Outra dica importante: nos sites e blogs, os médicos pode inserir textos maiores com conteúdo didático e explicativo, com dicas para uma rotina de cuidados com o bem-estar, alimentação saudável, hidratação, tratamentos diversos em seu segmento de atuação e uma infinidade de temas ligados à área, incluindo ainda o esclarecimento de dúvidas dos internautas.

Nas redes sociais pode-se também postar o dia a dia do profissional, o que o aproxima do cliente, tornando a comunicação mais carinhosa e menos formal.

E agora, a dica bônus: faça vídeos! Nos stories, no feed, e também lives com data e hora marcada para abordar um tema, esclarecer dúvidas e trocar informações com os clientes ao vivo.

Profissionalismo

Todos esses recursos podem ser usados pelos médicos para preservar a relação com o cliente, até que a quarentena passe e mesmo depois dela, como meio de comunicação complementar.

Porém, é preciso tomar cuidado para que essa comunicação via tecnologia seja feita na medida certa, sem exageros de postagens e com fundamentação dos temas escolhidos. O ideal é procurar uma agência de marketing que auxilie na criação da estratégia e na criação e desenvolvimento de uma comunicação digital de forma assertiva.

Convém lembrar também que esses meios não podem se transformar em “palco” de exibição de conhecimentos ou de status, pois apresentam cunho científico e médico.

O importante é transmitir integridade, ética e profissionalismo, manter seu consultório ativo e não deixar de se comunicar!